Por Laís Oliveira

Quem pensa em mercado cinematográfico logo lembra de Los Angeles, afinal a cidade não seria tão deslumbrante sem a magia dos filmes de Hollywood. Não é de surpreender que muitos cineastas tenham homenageado essa cidade histórica em seus longas-metragens: são tantas belezas naturais e pontos icônicos dentro de LA que é possível rodar filmes de uma diversidade de gêneros numa única cidade.

E se você nunca teve a chance de visitar Los Angeles, certamente já se pegou viajando sem sair do lugar dentro dos filmes que mostram a cidade de diversos ângulos. Foi, inclusive, graças a séries e filmes clássicos rodados em LA, que muita gente se apaixonou e decidiu vir morar de vez por aqui!

Griffith Observatory, Hollywood Boulevard, Beverly Hills, Santa Monica, Chinatown e muito mais. Diversos locais icônicos de Los Angeles marcaram cenas de filmes ao longo das últimas sete décadas encantando os telespectadores. Confira 10 filmes que podem definir Los Angeles pela telona:


Sunset Boulevard (1950)

Sunset Boulervard é frequentemente descrito como o melhor filme já feito sobre Hollywood. Este filme noir se concentra no envelhecimento da estrela do cinema mudo Norma Desmond e em seus relacionamentos tempestuosos com seu roteirista e sua fama cada vez mais decrescente. Enquanto o roteirista tenta manipulá-la, ela revida levando a um final chocante, e sua antiga fama é apenas substituída por loucura e desespero.

The Graduate (1967)

O filme acompanha o recém-formado Benjamin (Dustin Hoffman) enquanto ele luta para encontrar seu lugar na sociedade. De repente ele se vê seduzido por uma dona de casa entediada chamada Sra. Robinson. O romance se estende e as coisas ficam mais complicadas para Benjamin quando ele se apaixona pela filha dela. O filme é ambientado e filmado em Los Angeles e os locais de filmagem agora são paradas essenciais para os fãs do clássico The Graduate.

Chinatown (1974)

Este filme é considerado uma obra prima que revela a corrupção relacionada ao conflito hídrico na Califórnia. Este não é apenas um tópico importante no filme, mas foi também um tópico central na história de Los Angeles por anos. O longa é considerado essencial para a história da cidade e expõe com maestria os problemas que atormentam LA há décadas.

Boyz n the Hood (1991)

Estrelado por Cuba Gooding Jr e um jovem Ice Cube, este filme foi uma das primeiras representações honestas da vida urbana no South Central, bairro de maioria negra de Los Angeles, por mostrar seus moradores em suas lutas diárias e todas as dificuldades enfrentadas. John Singleton foi o primeiro afroamericano a ser indicado ao Oscar de melhor diretor por causa de seu trabalho neste longa incrível e historicamente significativo.

LA Story (1991)

Neste filme ambientado na década de 1990, Steve Martin é um histérico meteorologista cuja vida se tornou tão previsível quanto o clima do sul da Califórnia. Esta é quase uma carta de amor de Martin para todas as peculiaridades e idiossincrasias das pessoas que personificam LA. Muitos afirmam que ninguém consegue zombar de um lugar e reverenciá-lo ao mesmo tempo melhor do que Martin.

Clueless (1995)

Adaptado do enredo do romance Emma de Jane Austen, Clueless foca na atrevida Cher, uma patricinha milionária que vive uma vida encantada em LA. O filme se passa principalmente na ilustre Beverly Hills, mas também é repleto de closes em Los Angeles, Valley, Rodeo Drive, e muito mais.

The Big Lebowski (1998)

Em Venice, Jeffrey Lebowski (Jeff Bridges) é um desempregado convicto, que vive no ócio e chama a si mesmo de “the Dude”. Quando não está sozinho no apartamento, está jogando boliche junto com os amigos. Um dia, alguns desconhecidos invadem o apartamento de Lebowski, cobrando um dinheiro indevidamente. “Dude” tenta desfazer o mal-entendido. Este clássico cult também é um passeio por Los Angeles – de restaurantes a pistas de boliche.

Mulholland Drive (2001)

Uma das obras mais famosas de David Lynch deve o seu nome à rua sinuosa que existe nas montanhas ao norte de Los Angeles. Este filme de mistério investiga a identidade de uma mulher que não consegue se lembrar quem ela é depois de sobreviver a um acidente de carro. Mulholland Drive retrata o glamour noir de Los Angeles em um retrato único da cidade.


Crash (2004)

Abrindo com um monólogo que declara Los Angeles diferente de uma “cidade real” porque as pessoas passam muito tempo atrás do “metal e vidro” de seus carros, Crash revela uma grande crítica social a LA, cujo filme a vê como um caldeirão turbulento de vulnerabilidade, racismo e violência. A fictícia cidade de Los Angeles em Crash é o espaço da desigualdade e sintetiza os dramas de personalidade, os problemas de consciência e a impessoalidade. Nela a individualidade se dissolve em meio à multidão.

La La Land (2016)

Com seu pôr do sol único, ruas tranquilas, palmeiras altas e uma arquitetura icônica, Los Angeles é mais do que um mero cenário de La La Land, e sim um dos personagens principais do filme cujo diretor, Damien Chazelle, ganhou o prêmio máximo do Oscar em 2017 pelo longa.

Em La La Land, os personagens Mia e Sebastian vão em busca de seus sonhos em uma das versões mais encantadoras que já vimos da Cidade dos Anjos, onde cada passo dado e cada música cantada nos teletransportam para uma Hollywood tranquila e fantasiosa, relembrando a era de ouro dos musicais.

Agora prepara a pipoca e esteja pronto para mergulhar no universo icônico de Los Angeles com essas dez obras incríveis do cinema americano.

Facebook Comments