Em um novo anúncio no dia 25/10, a Casa Branca informou que os EUA permitirão a entrada de viajantes internacionais completamente vacinados a partir do dia 08/11. A partir dessa data, novas regras entrarão em vigor.

De acordo com o governo Biden, o país passará a “adotar uma política que se baseia principalmente na vacinação para promover a retomada segura das viagens aéreas internacionais para os EUA”.

As novas diretrizes valerão para todos os países, exceto para viajantes que não sejam cidadãos ou imigrantes, e muita coisa vai mudar. No geral, hoje não há necessidade de comprovar vacinação para entrar nos EUA e, pelas regras atuais, 33 países estão proibidos. Já a partir do dia 08/11, as fronteiras estão abertas para turistas e estrangeiros de todos os países, mas será exigido o comprovante de vacinação.

A partir de 8 de novembro, viajantes internacionais com destino aos EUA terão que:

1 – Apresentar no check-in prova de vacinação completa emitida por fonte oficial. Ou seja, o embarque precisa ser 14 dias após a dose única ou segunda dose, a depender do imunizante. Vacinas aceitas: Janssen, Pfizer, Astrazeneca/Covishield, Sinovac/Coronavac, Moderna, Sinopharm.

2 – Apresentar teste de covid-19 negativo realizado no prazo de três dias antes do embarque nos EUA. O país aceita teste rápido de antígeno.

3 – Repassar às companhias aéreas dados de contato para possível rastreamento no caso de doença ou contato com infectados. Um e-mail e um número de telefone estão entre as exigências.

Como a vacinação para menores de 18 anos ainda é pouco disseminada ao redor do mundo – e para algumas idades sequer foi aprovada por órgãos de regulação-, o governo americano as incluiu como uma exceção à regra da vacinação.

Dessa forma, crianças e adolescentes poderão embarcar desde que apresentem um teste PCR ou antígeno de resultado negativo. Caso o menor de idade esteja acompanhado na viagem por adultos completamente vacinados, o exame de covid-19 deve ser feito até 3 dias antes do embarque.

Mas, se a criança ou o adolescente estiver sozinho no trajeto, o teste deve ser feito no período de apenas um dia antes do embarque. Bebês de até dois anos de idade não precisarão fazer testes para embarcar.

Quanto aos adultos estrangeiros não vacinados, as novas regras dizem que: estarão isentos de demonstrar imunização completa no momento do embarque os maiores de 18 anos que não estejam em viagem de turismo e sejam provenientes de países com taxas muito baixas de vacinação na população em geral (a lista das nações nessas condições será constantemente atualizada pelo CDC), adultos em viagem emergencial ou por razão humanitária (desde que possuam um documento do governo americano autorizando seu embarque), adultos que possam comprovar razões médicas para não terem sido vacinados e participantes de testes clínicos de vacinas contra covid-19 que possam comprovar sua condição.

Todos, no entanto, terão que apresentar um resultado negativo de PCR ou antígeno para covid-19 feito até um dia antes do embarque.

Facebook Comments