Na quarta-feira (10), a plataforma de streaming HBO Max tirou do catálogo o filme “… E o Vento Levou”. De acordo com um porta-voz da empresa, o clássico de 1939 do cinema norte-americano será disponibilizado novamente em breve, mas junto com uma discussão de seu contexto histórico associado ao tema do racismo.

“‘…E o Vento Levou’ é um produto de seu tempo e contém alguns dos preconceitos étnicos e raciais que, infelizmente, têm sido comuns na sociedade americana”, declarou a HBO Max em comunicado. O depoimento continua: “Estas representações vão no caminho contrário dos valores da WarnerMedia, então quando o filme retornar à HBO Max, voltará com uma discussão de seu contexto histórico e uma discriminação destes retratos, mas será apresentado como foi criado originalmente, porque fazer o contrário seria negar que estes preconceitos existiram. Se vamos criar um futuro mais justo, igualitário e inclusivo, primeiro precisamos reconhecer e admitir nossa história”.

O filme é vencedor de oito Oscars, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor (Victor Fleming), Melhor Atriz (Vivien Leigh) e Melhor Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel, primeira pessoa negra a ganhar um Oscar). “E o vento levou” é baseado no livro de Margaret Mitchell e conta a história de uma rica garota do sul, Scarlett O’Hara, durante o tempo da Guerra Civil Americana.

Na segunda-feira (08), em meio ainda à onda de protestos após a morte de George Floyd, o diretor vencedor do Oscar John Ridley (12 Anos de Escravidão) escreveu em um artigo publicado no jornal Los Angeles Times e pediu pela remoção do filme da plataforma, denunciando a produção: “Quando o filme não está ignorando os horrores da escravidão, ele pausa apenas para perpetuar alguns dos estereótipos mais dolorosos de pessoas não-brancas”.

Além disso, na terça-feira (09), a Paramount Network anunciou o cancelamento da série “Cops”. O programa acompanhou policiais americanos em ação durante mais de três décadas, mas foi acusado de tentar glamorizar alguns aspectos do trabalho policial e distorcer assuntos relacionados à raça.

Facebook Comments