50 suspeitos foram detidos depois que 96 pessoas foram acusadas de participação em esquema de casamentos fraudulentos para obtenção de Green Card em Houston, no Texas, em abril (2019). O caso foi investigado pelo Departamento de Imigração (ICE) e o Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS) da jurisdição.

A investigação teve como alvo uma organização suspeita que, ao que tudo indica, operava em larga escala no esquema de casamentos fraudulentos cujo objetivo era a entrada e legalização de estrangeiros nos EUA. Entre os envolvidos estão Ashley Nguyen, também conhecida como Duyen, de 53 anos, moradora em Houston (TX), que liderava o esquema e tinha comparsas operando no Texas e Vietnã.

De acordo com as autoridades, cada cônjuge beneficiado fazia acordos com Duyen nos quais pagavam entre US$ 50 mil e US$ 70 mil para obter o green card. Os acordos eram calculados para que os clientes pagassem quantias extras conforme iam recebendo os benefícios migratórios como, por exemplo, entrada nos EUA, residência temporária e residência legal permanente.

Além disso, Duyen e vários comparsas recrutavam cidadãos americanos para agir como peticionários nos esquemas de casamentos fraudulentos, os quais recebiam parte dos pagamentos. Vários dos indivíduos que foram recrutados acabaram se tornando recrutadores. Além disso, vários deles recebiam a verba dos cônjuges beneficiados e não entregavam a parte dos peticionários.

A organização criminosa também preparou falsos álbuns de casamento que incluíam fotografias para fazer parecer que eles tinham tido uma cerimônia de casamento, além de um simples casamento no tribunal, tudo muito bem esquematizado com foco final na obtenção do green card, ou seja, a permanência legal de imigrantes nos EUA.

“Estas detenções marcam o fim de uma abrangente investigação multi-agências ao longo do ano sobre uma das maiores supostas conspirações de fraude matrimonial documentadas na área de Houston”, revelou o agente especial encarregado Mark Dawson da Homeland Security Investigations da Immigration and Customs Enforcement.

Casos como o desse grande esquema não são novidade nos EUA, pois o casamento “arrumado” com o propósito de obtenção de green card foi uma estratégia muito usada entre a década de 1980 e os anos 2000. Porém, com o passar dos anos, a imigração americana descobriu diversos truques, falcatruas e estratégias e passou a ser mais exigente com a questão de casamentos entre americanos e imigrantes.

Facebook Comments