Por questões de segurança devido à pandemia de covid-19, empresas dos mais diversos segmentos têm passado a usar QR Code (Quick Response, ou Código de Resposta Rápida) ao invés de biometria já que, além de facilitar processos, essa tecnologia vai de encontro às condutas de higienização exigidas no momento, mas que deverão continuar no mundo pós-pandêmico.

Atualmente, o uso que está mais na rotina das pessoas é o QR Code em pagamentos, ao invés de cartão ou dinheiro. De acordo com uma pesquisa realizada este ano pela consultoria britânica Juniper Research, o número de pessoas que realiza pagamentos usando QR Codes e serviços financeiros ligados ao código vai crescer dos atuais 1,5 bilhão para mais de 2,2 bilhões até 2025, equivalente a 29% dos usuários de aparelhos celulares no mundo.

Aqui nos EUA, uma das novas diretrizes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças – CDC – para viagens é usar opções sem contato como o QR Code sempre que possível. Isso torna as viagens mais seguras e evita ao máximo o contato e manuseio de objetos compartilhados.

Nos restaurantes, os cardápios físicos estão fora de moda e sendo trocados por cardápios digitais. Ao entrar em muitos desses locais, o cliente encontra um QR Code nas mesas ou na porta da frente. Os códigos permitem que as pessoas façam o download dos menus em seus telefones e, assim que forem para as mesas, podem fazer o pedido.

No Brasil, por exemplo, segundo a Panorama Mobile Time/Opinion Box, houve um crescimento de 35% para 48% no uso dos pagamentos via QR Code durante o segundo e terceiro trimestre de 2020. Esse crescimento tem total relação com a pandemia, uma vez que a funcionalidade evita o contato físico entre as pessoas e objetos de uso compartilhado.

A tecnologia é fácil de manusear e muito acessível, tanto que boa parte dos consumidores já aprendeu como é fácil escanear QR Codes com um aplicativo de câmera em seus celulares. Depois de escaneados, os QR Codes podem direcionar a pessoa a um PDF, ao acesso ao download de um aplicativo, às suas redes sociais, à sua localização com mapas geolocalizados, à solicitação de feedbacks, página web ou vídeo, a uma solicitação de conversa por mensagem de texto e muito mais.

qr codeMas não pense que o uso de QR Code é algo recente. A tecnologia já existe desde meados da década de 1990, mas era pouco usada. Mas de 2020 para cá, seu uso foi intensificado devido à prioridade de distanciamento social no mundo inteiro e por questões de segurança e para respeitar protocolos de saúde que evitam que o coronavírus se propague.

Se você é empreendedor e tem um negócio, os QR Codes podem ajudar muito na expansão da sua empresa. E não é difícil fazer essa implementação. Busque profissionais da área da tecnologia e adapte seu negócio. A sensação de tranquilidade para seus clientes é talvez o bem mais valioso durante este momento desafiador e pode levar seu negócio a outro patamar.

 

* Se precisar se ajuda com criação, hospedagem e optimização de websites, além de marketing social e produção de vídeos para pequenos negócios, visitem nosso outro website especializado em marketing e bons negócios (em inglês mas falamos português) – www.kisuccess.com

 

Facebook Comments