Quando falamos de alimentação, mais especificamente de “alimentos integrais” e “à base de plantas”, parece dar a ideia de que você precisa ser vegano ou vegetariano para seguir este tipo de dieta, quando na verdade isto é apenas um pré-conceito de quem não conhece essas classes de alimentos. A ideia de uma alimentação à base de plantas – Whole-Food Plant-Based (WPFB) vem com alguns conceitos errados e é preciso mudar este tipo de visão com informação de qualidade.

Ao contrário de outras dietas, as dietas WFPB e seus padrões nutricionais são criados em torno do que se pode incluir no plano alimentar e não do que se deve excluir. Os veganos, por exemplo, excluem carne e subprodutos animais de suas dietas. A dieta de Atkins reduz os carboidratos.

No caso da dieta WFPB, o foco é incluir vegetais e alimentos integrais e de qualidade na dieta como um todo. Isso implica que os alimentos à base de plantas são preferíveis e talvez deva ser a principal fonte de sua dieta; no entanto, alimentos integrais são a outra parte do plano alimentar.

Por exemplo, o salmão fresco recém-pescado é um alimento denso e nutritivo.  Então ao invés de focar que uma dieta WFPB exclui carne vermelha do seu prato, foque no fato que você pode e deve incluir produtos frescos e naturais que achar saudáveis, como o caso do salmão.

Alguns tipos comuns de dieta

Pescetarianismo, vegetarianismo, dieta mediterrânea e até o estilo de vida cetogênico são todas dietas da WFPB bem executadas por uma pessoa focada. Porém é importante esclarecer alguns pontos.

Nem todos os padrões alimentares vegetarianos, mediterrâneos, pescetarianos e cetogênicos são necessariamente WFPB. Afinal, refrigerantes e sacos de batatas fritas carregam esse selo vegetariano ou vegano, por exemplo, batata frita é essencialmente feita de batata e óleo. Aparentemente dois únicos ingredientes, porém esses alimentos altamente processados também contêm conservantes, aditivos e açúcares adicionados, ou seja, não são nada saudáveis.

Afinal qual é o foco da WFPB

Na dieta WFPB não se deve evitar carne, isto não é regra, lembre-se, essa não é uma daquelas dietas exclusivas que estressam qualquer um que se vê privado de comer o que gosta. O que a dieta WFPB sugere é que você melhore seu padrão alimentar visando melhorias em sua saúde como um todo e passe a dar preferência a alimentos integrais, densos em nutrientes e à base de plantas e vegetais.

Veja esse outro exemplo, morangos são alimentos integrais, uma fruta rica em nutrientes e, obviamente, derivada de uma planta. No entanto, peitos de frango naturais também são alimentos densos em nutrientes. Você pode escolher os dois e ter uma vida saudável. Não é preciso adicionar em seu plano alimentar – ou passar a comer – apenas alimentos integrais e vegetais, só é necessário saber escolher bem.

O conceito do WFPB é adicionar alimentos mais saudáveis e nutritivos à sua dieta. Se puder acrescentar alimentos que possuam as duas características ao mesmo tempo, integrais e vegetais, melhor ainda. Mas se um item de sua lista alimentar atende a apenas um dos qualificadores, não se preocupe, já está bom e a tendência é melhorar.

Um dos principais mitos sobre as dietas WFPB é que elas são ricas em carboidratos. Isso é verdade, mas o ponto aqui é que a dieta foca em carboidratos complexos e não os simples. É preciso se informar sobre as classes de alimentos, pois carboidratos não são necessariamente inimigos, eles têm sua importância para nosso organismo.

No que diz respeito a carboidratos, o que você deve evitar é comida carregada de açúcares simples, como refrigerantes, pães brancos e doces, que farão com que o açúcar no sangue suba de nível rapidamente, depois caia, favorecendo, assim, picos de insulina que são perigosos para seu pâncreas.

Graças a muita informação jogada de forma irresponsável na internet, os carboidratos ganharam uma fama ruim e as pessoas estão simplesmente parando de consumir por conta própria. Mas o fato é que seu corpo precisa de carboidratos para queimar como glicose. Não há nada errado em consumir carboidratos complexos, eles desempenham um papel importante em nossa saúde.

Agora, dito isso, façamos uma observação final rápida: um estilo de vida cetogênico pode ser projetado em torno de uma opção WFPB. Só que as pessoas que optam por isso precisam (ou querem) queimar cetonas em vez de glicose. Existem muitas opções de comida à base de vegetais que fornecem a gordura boa e necessária em uma dieta saudável, como abacate e azeitona, e entram no grupo de alimentos integrais. Então é possível manejar e incluir alimentos bons em qualquer dieta, basta se informar.

O foco das dietas WFPB  é colocar o maior número possível de alimentos em seu plano alimentar para que você possa se concentrar em comer alimentos nutritivos, densos em nutrientes, integrais e à base de plantas, ao invés dos alimentos altamente processados que a maioria de nós busca mais frequentemente do que deveríamos. O foco é comer bem e com qualidade.

Facebook Comments