noticia 188036A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) decidiu na sexta-feira (5) dar, após uma década de espera, a Paraty e Ilha Grande, no sul do Estado do Rio de Janeiro, o título de patrimônio mundial da humanidade. O sítio inclui o centro histórico de Paraty e a Ilha Grande.

Esse é o primeiro sítio de patrimônio misto do Brasil, ou seja, que inclui bens culturais e naturais. Dos mais de mil patrimônios mundiais, apenas 39 locais, em 31 países, são sítios mistos. Paraty e Ilha Grande se juntam a outros 21 patrimônios mundiais da humanidade brasileiros, dos quais sete são naturais e 14 são culturais.

A lista de patrimônios do país inclui Ouro Preto (MG), Olinda (PE), São Luís (MA), Cidade de Goiás (GO) e Salvador (BA), o Plano Piloto de Brasília, o Pantanal, as ilhas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas, o Parque Nacional do Iguaçu (PR), as Paisagens Cariocas (RJ) e o Cais do Valongo (RJ).

Uma forma de Paraty e Ilha Grande vencerem o prêmio da Unesco dez anos após a primeira tentativa ter falhado foi ter focado seu dossiê na relevância da biodiversidade local. Em 2009, o pleito havia sido pelo D t8fdeWkAAZnb9título de patrimônio cultural. Agora, o o título é de Patrimônio Cultural e Natural. Nos pareceres do Icomos e da IUCN, órgãos assessores da Unesco, estão explicados os critérios para a vitória.

O secretário estadual de turismo, Otávio Leite destacou o orgulho proporcionado pela conquista: “Agora, temos que pensar em preservar, enaltecer, trazer turistas e o mundo para desfrutar desse encanto, que está sendo reconhecido por esta instituição”, afirmou.

Outras atrações interessantes também na região dos lagos no estado do Rio são Búzios, Arraial do Cabo e Saquarema.

Facebook Comments