No dia 03 de novembro, os Estados Unidos começaram a aplicar a vacina Pfizer em crianças de 5 a 11 anos de idade, deixando pais e demais familiares aliviados após quase dois anos do início da pandemia de covid-19. Esse grupo foi o último a se qualificar para as vacinas.

Nesta primeira semana de vacinação, mais de 900 mil crianças foram imunizadas no país, informou a Casa Branca, à medida que o governo acelera a vacinação nessa faixa etária.

De acordo com Jeff Zients, coordenaor da Covid-19 da Casa Branca, 15 milhões de doses especificamente formuladas para essa faixa etária ficaram disponíveis desde o início de novembro e o governo adquiriu doses suficientes para todas as 28 milhões de crianças elegíveis.

Sobre os efeitos colaterais da vacina, ou reação, como muitos dizem, até agora, eles são bem semelhantes aos dos adultos. Os mais comuns são passageiros e inofensivos: dor, vermelhidão e inchaço no lugar da aplicação, febre, dores musculares e de cabeça.

É válido lembrar que todos devem ser vacinados, incluindo as crianças, pois a vacina é a única forma de reduzir a circulação do coronavírus, chegando o mais próximo possível da sonhada imunidade coletiva.

Facebook Comments