Por Lindenberg Junior

Pois bem, não tem como ter um país mais justo se não for por meio da política. Democracia exige política! Só regimes autoritários e ditatoriais não permitem manifestações políticas. Aliás, eles não permitem opiniões contrárias “at all!”. E disso, o Brasil está muito longe, graças a Deus e, para os ateus, graças à luta de muita gente.

Então, o melhor caminho é fazer a nossa parte e dar um voto consciente. Um site recém-criado pode ser muito útil para ajudar a escolher alguém merecedor do seu apoio – www.candidatosonline.com.br. Criado pela jornalista Andrea Alves, natural de Recife e que reside em Brasília há alguns anos, no website você encontra uma lista de pré-candidatos para todos os cargos, de todos os estados, e links para as suas páginas oficiais.

Há um menu bastante interessante “INVESTIGUE SEU CANDIDATO”, com links para sites que vão te ajudar a saber se aquela pessoa é digna do seu voto ou não. A iniciativa – de uma pessoa que conheço pessoalmente e endosso a integridade – vai te fazer economizar um “bocado de tempo” de pesquisa e dar a tranquilidade de saber que você está tentando fazer um país melhor.

Iniciativas como essa são importantes, especialmente nos tempos difíceis que o Brasil tem passado com a atual crise política. A última presidente eleita democraticamente, Dilma Rousseff, sofreu impeachment e foi afastada de suas funções no dia 31 de agosto de 2016 e, desde então, seu vice, Michel Temer, é quem, a contragosto de boa parte da população, “dá as cartas” no Brasil.

A reprovação do governo Temer é notória e vista em números reais desde o início de 2017. Na recente e última pesquisa, encomendada pelo Datafolha e divulgada pelo Jornal Folha de São Paulo nesta terça-feira (17), o governo do presidente Michel Temer é reprovado por 70% dos brasileiros.

O percentual de 70% representa a soma dos que classificam a gestão do político do partido PMDB de “ruim” ou “péssima”. Aqueles que avaliam a administração como regular totalizam 23%. Apenas 6% aprovam o governo Temer e o consideram ótimo ou bom.  Ainda de acordo com o jornal, numa escala de 0 a 10, a nota média do governo foi 2,7. 41% dos entrevistados atribuíram nota 0 à Temer e 2% deram nota 10 para o governo.

Facebook Comments