A seleção brasileira de Tite queria realizar os últimos amistosos antes da Copa América 2020 em solo nacional – principalmente depois dos jogos com fraco público no tour pelos EUA, Singapura e Oriente Médio em 2019. Mas o lado comercial falou mais alto e o time brasileiro voltará ao solo norte-americano para os preparativos.

Depois de fazer as duas primeiras rodadas nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 – contra a Bolívia, em Recife, e Peru, em Lima -, a seleção virá para os Estados Unidos. Apesar da intenção inicial da CBF em comandar as partidas no Brasil, chegou-se até a cogitar o México, como alusão ao tri mundial de 1970, mas o país recusou.

De acordo com grandes sites de notícias esportivas, Miami deve ser o destino escolhido. Na visão da CBF, é uma boa escolha pois tem clima similar nesta época do ano (junho) à Colômbia, onde disputará a Copa América 2020. A logística também seria melhor – e o local agrada como vitrine à comissão técnica e à Pitch, empresa responsável pela organização de jogos.

Em setembro do ano passado, o Brasil atuou por lá, no moderno estádio Hard Rock, em amistoso contra a Colômbia, que terminou em 2×2.

Pela Copa América, a seleção está no Grupo B e fará sua estreia no dia 14 de junho, contra a Venezuela. Ainda terá como rivais Colômbia, Equador, Peru e Catar, um dos convidados da competição. Pelo Grupo A, que tem sede na Argentina, jogam os donos da casa, Uruguai, Chile, Paraguai e Austrália.

Facebook Comments