afp afp 1oj2emA justiça norte-americana determinou que Vanessa Bryant, viúva da lenda do basquete Kobe Bryant, tem direito de saber os nomes dos quatro policiais acusados de vazar fotos do acidente de helicóptero que matou o marido e a filha, Gianna, em janeiro de 2020.

Vanessa processou o Departamento do Condado de Los Angeles em maio de 2020, após imagens do acidente circularem nas redes sociais. Além dos policiais, o Corpo de Bombeiros também foi investigado pelo vazamento. No início de março deste ano, a viúva de Kobe ganhou um caso contra o Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles para que os nomes dos quatro oficiais fossem divulgados.

Nesta quinta-feira (18), Vanessa utilizou suas redes sociais para revelar os autos do processo e deixou fãs revoltados. O documento revelou que aproximadamente 100 fotos foram tiradas do local da queda da aeronave. As imagens, que não possuíam ligação com a investigação do caso, mostravam os restos mortais das nove vítimas e teriam sido compartilhadas 48 horas depois do acidente.

Os policiais processados foram identificados como Joey Cruz, Rafael Mejia, Michael Russell e Raul Versales. As fotos foram mostradas para um bartender de Los Angeles, que detalhou as imagens para outros clientes no bar. Cruz também exibiu os registros do corpo de uma criança no local do acidente para uma sobrinha, tecendo comentários fortes sobre o estado das vítimas.

Facebook Comments