Você sabia que há uma chance de 1 em 10 de ter dinheiro esperando para ser reivindicado em sua conta? Isso é o que afirma a National Association of Unclaimed Property Administrators (Associação Nacional de Administradores de Propriedades Não Reivindicadas) – NAUPA.

A título de informação, a NAUPA é um grupo de associações de tesoureiros estaduais e representa governos em todos os 50 estados americanos, Washington D.C., Porto Rico, e algumas províncias canadenses. Sua missão é simplesmente devolver ativos não reclamados aos seus legítimos donos.

Cada estado mantém um banco de dados com informações. Para encontrar o banco de dados do estado que você vive, visite o site da NAUPA www.unclaimed.org. Caso queira ver além do seu estado, visite www.missingmoney.com para fazer uma pesquisa nacional.

Ambos os sites são 100% gratuitos. Basta pesquisar o seu nome e reivindicar o que poderia pertencer a você. Caso encontre algo, terá que verificar sua identidade e as instruções irão variar de acordo com o estado e o tipo de ativo/conta que você está reivindicando.

Os dados são de registro público, então é possível até pesquisar os nomes de seus familiares e amigos e informá-los se eles tiverem dinheiro não reclamado. Mas, afinal, que tipo de dinheiro não reclamado poderia estar esperando por você?

Veja, não são apenas pagamentos que acabam nas mãos do(s) governo(s), mas cheques de pagamento não sacados, ações antigas e fundos mútuos, saldos de bancos fechados e reembolsos de clientes, impostos, etc, apenas para citar alguns que costumam não ser reclamados.

A maioria dos bens não reclamados é dinheiro, embora às vezes, dependendo do tempo, esse acabe sob custódia do governo. Outra grande fonte de dinheiro não reclamado são apólices de seguro de vida que foram esquecidas.

Há milhares de pessoas nos EUA que encontraram de poucos dólares a milhares usando essas fontes. E por que eu teria dinheiro perdido?

Normalmente, o dinheiro acaba nas mãos do governo porque quem lhe devia não conseguiu encontrá-lo. Depois de certo período de tempo, geralmente um ano, esses fundos vão legalmente parar nas mãos do departamento do tesouro dos Estados Unidos.

Então fique atento, existem basicamente dois tipos de pessoas, vamos dizer o tipo A e o B. Se você é um Tipo A – que mantém registros cuidadosos e atualiza suas informações de contato, é menos provável que haja dinheiro perdido por aí. E o tipo B, que não se atenta, não atualiza informações e não valoriza o dinheiro que tem.

Mas, claro, ocasionalmente, esquecemos de atualizar endereços quando nos miudamos, deixamos nossa correspondência acumular e não lemos alguns e-mails que poderiam ser importantes. Às vezes deixamos rastros de dinheiro não reclamado no processo e que nos pertence.

Bom lembrar que esse dinheiro rende exatamente 0% enquanto está nos cofres do governo, seja federal ou mesmo estadual ou municipal. Então, o ideal seria não deixar que seu dinheiro acabe o governo. Somos todos humanos e podemos errar. Mas pelo menos uma vez por ano seria bom gastarmos menos de um minuto para pesquisar nossos nomes e checarmos se temos dinheiro voando por aí que nos pertence.

Facebook Comments